Doutorado em Geografia promove aula inaugural

Uma das conquistas mais recentes da Unicentro na busca pela verticalização do ensino foi a aprovação do doutorado em Geografia, no início do ano passado. Desde então, os esforços foram voltados a estruturar o programa e possibilitaram que as atividades tivessem início. Para oficializar a abertura dos trabalhos, o Programa de Pós-Graduação em Geografia realizou uma Aula Inaugural. “A aula inaugural vem como um símbolo e algo que marca oficialmente a abertura dos trabalhos para a comunidade externa”, contou a coordenadora do programa, professora Carla Brumes.

A aula inaugural foi direcionada a comunidade em geral, especialmente aos doutorandos, mestrandos e acadêmicos de Geografia. A palestra, intitulada “Pós-Graduação no Brasil”,foi proferida pelo professor Eliseu Saverio Spósito, da Unesp de Presidente Prudente. “Eu falei sobre a história da pós-graduação no Brasil em Geografia desde que ela foi institucionalizada, tentando dar um panorama histórico e geográfico de onde estão os programas, como eles se organizam e, a partir daí, sugerir alguns procedimentos metodológicos de trabalho para os alunos que vão fazer as suas dissertações, mas principalmente, aqueles que estão entrando no doutorado neste ano”, explicou o professor Eliseu.

O programa de doutorado em Geografia conta, nessa primeira turma, com 7 doutorandos. Bruno Toledo é um deles e falou sobre a importância de palestras com a da aula inaugural no sentido de conhecer o trabalho de outros pesquisadores. “O conhecimento desse mundo fora, dessa conversa entre as universidades, entre os programas, ele tende a agregar o que o professor traz na palestra dele que é a questão da qualidade dos trabalhos. Então, agora, na concepção do doutorado, a gente entra numa lógica que o trabalho tem que ter, além de uma continuidade, a qualidade embarcada nele. E quando a gente começa a ver o que está sendo feito fora dos muros da nossa universidade, a gente começa a entender o quanto esse mundo acadêmico é grande, é interligado, interconectado e com isso ele traz pra nós, nesse nível acadêmico, entender a importância disso tudo pro nosso trabalho. Então, isso vai agregar, de fato, não só a pesquisa, mas também no desenvolvimento pessoal de cada um”, destacou Bruno.

Para a professora Carla, coordenadora do programa, a intenção é que o doutorado trilhe o mesmo caminho de sucesso que o programa de mestrado na área. “Nós vamos completar a defesa de número 80 no programa de mestrado. Então, não dá para falar que ele não seja a mola mestra do programa de pós-graduação em Geografia da Unicentro. Por conta da estrutura e da base que o programa de mestrado tem é que nós, em 2015, passamos então a pensar na abertura do programa de doutorado”, disse.

Com o início das atividades, a expectativa é de crescimento pessoal e profissional. “Eu espero, primeiramente, a evolução profissional, a minha evolução como pesquisador, eu também espero aprender, porque, afinal, a gente volta a ser aluno, a gente tem que estudar muito, se dedicar muito e isso é ponto de mudança na carreira tanto profissional quanto pessoal também. A minha perspectiva nesse ano é o aperfeiçoamento profissional e pessoal e, futuramente, trabalhar cada vez mais e me tornar um doutor com qualidade”, disse o doutorando Bruno Toledo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Avisos

No posts available

Redes Sociais