Tapirira guianensis Aubl. Tapirira,cupiúva, pau-de-pombo

Foto 1 – Detalhe das folhas frente e verso.Foto 2 – Vista da espécie com flores amarelas.

1

Foto 3- Detalhe da semente.2-copiva

Foto 4- Detalhe da sementeSerelepe

Foto 5– Sciurus aestrans Linnaeus, 1776, serelepe, grande consumidor e disseminador dos frutos.

Família: Anacardiaceae.

Nome Científico: Tapirira guianensis Aubl.

Nomes populares: Tapirira (RNC),tapirira,cupiúva, pau-de-pombo

Nomes populares em outros países: Bolívia mara macho e nihibimi.

DESCRIÇÃO DA ESPÉCIE

Árvore perenifólia, espécie  pioneira (PINTO,1977), secundária inicial (FERRETTI  et al.,1995). Sua altura atinge  até 25 m e seu diâmetro  até 90 cm.

Folhas: compostas, alternas e imparipinadas, medem  de 15 a 20 cm de comprimento, com 5 a 11 folíolos obovados ou elípticos coriáceos, com ápice acuminado e base obtusa.

Flores: unissexuais, branco-amareladas, pentâmeras.

Fruto: drupa ovoide-oblonga, mede até 2 cm de comprimento 1 cm de largura.

Floração: Junho/Novembro.

Frutificação: Dezembro/Maio.

Sistema sexual: espécie é polígama ou dioica (FLEIG 1989 LENZA;OLIVEIRA 200.) NEGRELLE,1995; LENZA; OLIVEIRA,2000).

Polinização: abelhas e diversos insetos.

Dispersão: macaco-bugio, mono-carvoeiro e o sagui-comum,(KUHLMANN,1975; MORAES,1992;FREIRE,1997.

Ocorrência: Em todo território brasileiro.

Apícola: as flores são melíferas (BRANDÃO; FERREIRA, 1991; BRANDÃO et al.,1993;BASTOS;BRANDÃO,1994;VIANA;NEVES,1999). As flores masculinas fornecem néctar e pólen, enquanto as femininas apenas néctar (LENZA; OLIVEIRA, 2000)..

Utilização: utilizada na fabricação de brinquedos, compensados, caixotaria, móveis.

Medicinal: Suas folhas são venenosas mas empregadas na medicina popular como vesicante  causa bolhas e necroses na pele (TAVARES, 1959). A casca e as folhas são usadas em decocção, para dermatoses doenças da pele causadas por produtos químicos e em infusão, para sífilis. Tem efeito depurativo.

Recomenda-se precaução para o uso da planta para fins medicinais, devido as suas propriedades tóxicas (Correia,1926).

AS PLANTAS AQUI REFERIDAS SÓ DEVEM SER UTILIZADAS COM ORIENTAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE!

Bibliografia consultada

CARVALHO, P.E.R. Espécies arbóreas brasileiras (Coleção Espécies Arbóreas Brasileiras, vol. 2. Brasília, DF: Embrapa informações Tecnológica; Colombo, PR: Embrapa Floretas, 2006. 627 p.

Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Registro Nacional de Cultivares RNC. Disponível em: http://extranet.agricultura.gov.br/php/proton/cultivarweb/cultivares_registradas.php Acesso em: 23/10/2011.

1 pensou em “Tapirira guianensis Aubl. Tapirira,cupiúva, pau-de-pombo

  1. Gostaria de adquirir mudas ou sementes do PAU POMBO (Tapirira guianensis), não consigo encontrar, quando acho alguem que tem fica fora da minha região e as pessoas não postam.
    Ou me indicar alguem que possa ter.
    Att.
    Giomar Garcia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *