Parkia pendula (Willd.) Benth. ex Walp. Visgueiro, angelim-rajado, angelim-vermelho

Foto 1 – Detalhe das flores em capítulos globulares pendentes.

Foto 2 – Detalhe do tronco reto com até 25 m. Com presença de sapopemas, que se elevam até 4 m de comprimento.Parkia pendula

Foto 3- Vista geral de espécie na floresta

Família: Fabaceae (Leguminosae) Subfamília Mimosoideae.

Nome científico: Parkia pendula (Willd.) Benth. ex Walp.

Sinonímia botânica: Inga pendula Willdenow; Mimosa pendula (Willdenow) Poiret.

Nomes populares: visgueiro, angelim-rajado, angelim-vermelho

Nomes Populares no exterior: Bolívia;toco colorado, Colômbia; rayo, Costa Rica; ardillo, Guiana; ipanai, Guiana Francesa kouatakaman, Peru; pashoco colorado, Suriname; kwatta kama e ipano, Venezuela; zarccillo.

DESCRIÇÃO DA ESPÉCIE

Árvore perenifólia, monoica  secundária inicial. Sua altura atinge até 55 m e seu diâmetro até 300 cm.

Folhas: são grandes medindo 30 cm de comprimento, folíolos com 4 a 6 cm de comprimento.

Flores: dispostas em capítulos globulares pendentes, com pedúnculo de até 1.60 m de comprimento.

Fruto: são planos, glabros e ondulados, medindo 35 cm de comprimento.

Floração: Agosto/Setembro.

Frutificação: Janeiro/Março.

Sistema sexual: monoica.

Sistema reprodutivo: alógama  (SANTOS; MANUÉS,1998).

Polinização: morcegos Phyllostmus discolor e P. hastatus (BUTANDA-CERVERA et al.,1978).Abelhas, visitam as flores durante o dia. A espécie apresenta síndrome de polinização a quiropterófilia (SANTOS; MAUÉS 1998).

Dispersão: autocórica, barocórica (por gravidade).

Utilização: construção civil, embarcações, móveis, brinquedos, tábuas e caixotaria.

Bibliografia consultada

CARVALHO, P.E.R. Espécies arbóreas brasileiras. Coleção Espécies Arbóreas Brasileiras, vol. 2. Brasília, DF: Embrapa informações Tecnológica; Colombo, PR: Embrapa Florestas,2006.627 p.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *