Annona rugulosa (Schltdl.) H. Rainer. Ariticum-de-porco

Foto 1 – Detalhe folha frente e verso, fruto verde.Foto 2 – Amarelas trímeras, polinizada por abelhas e pequenos insetos.Foto 3 – Os frutos são comestíveis e muito procurados pela fauna.Foto 4 – Vista geral da espécie.

Família: Annonaceae.

Nome científico: Annona rugulosa (Schltdl.) H. Rainer

Sinonímia botânica: Rollinia rugulosa Schltdl.

Nomes populares: ariticum-de-porco, ariticum-liso

Nomes populares em outros Países: Argentina, cubushá; Paraquai,  aratiku.

Nome guarani: aratiku

DESCRIÇÃO DA ESPÉCIE

Árvore de porte médio, decídua, espécie frutífera importante para a fauna. Espécie pioneira ( SAWEZUK et al,2012) ; secundária inicial (DIAS et al., 19980 , secundária tardia (TABARELLI,1992).  com até 15 m de altura e 45 cm de diâmetro.

Folhas: simples, lanceoladas, verde-claras, alternas papiráceas, glabras, medindo até 23 cm de comprimento.

Flores:  de cor amarela, com três pétalas em formato de hélice  isoladas  com inflorescências de até 3 flores em  diferentes estádios.  Infrutescências do tipo sincarpo, carnosas, composta por diversos frutículos, mas que dão a impressão de um único fruto,

Fruto: Infrutescências do tipo sincarpo, carnosas, composta por diversos frutículos, mas que dão a impressão de um único fruto comestível, muito consumido pela avifauna e por animais silvestre como o porco.

Sistema sexual: dioica, só as fêmeas produzem frutos.

Polinização: .Amarelas trímeras, polinizada por abelhas e pequenos insetos.

Dispersão: barocoria, por gavidade (TABARELLI,1992), e zoocoria, por animais.

Floração: Setembro/Março.

Frutificação: Novembro/Março.

Ocorrência: Floresta Ombrófila Mista, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Medicina Popular: as folhas tem propriedades antirreumáticas, anti-inflamatórias, cicatrizantes, alivia as cólicas, diarreias usadas na forma de infusão e problemas digestivos.Mas recomenda-se procurar um Profissional da Área de Saúde.

Paisagístico: A espécie pode ser usada como ornamental.

Bibliografia consultada

CARVALHO, P.E.R. Espécies arbóreas brasileiras / Paulo Ernani Ramalho Carvalho. -Brasília, DF: Embrapa informações Tecnológica; Colombo, PR: Embrapa Florestas, 2014. 634 p. Il color; (Coleção espécies Arbóreas, v.5).

GOMES, G. C.; CARDOSO, J. H.; FERRER, R. S.;  RODRIGUES, P. R. F.; RODRIGUES, W. F. Árvores da Serra dos Tapes: Guia de Identificação com Informações Ecológicas, Econômicas e Culturais. Brasília, DF: Embrapa, 2013. 171 p.

 

 

6 thoughts on “Annona rugulosa (Schltdl.) H. Rainer. Ariticum-de-porco

  1. Olá Gerson, parabéns, seu material está corretíssimo. É uma legítima Annona rugulosa (Schltdl.) Rainer. O pessoal tem publicado por aí como A. emarginata, está incorreto. A. emarginata não ocorre em mata com araucária, nem na restinga, nem na floresta estacional. Annona rugulosa é da ombrófila densa, ocasionalmente na estacional semidecidual, mas é tipicamente da ombrófila mista.

  2. Bom dia Gerson Lopes, tudo bem? Eu gostaria de te enviar meus artigos sobre Annonaceae. Poderias me enviar por gentileza teu endereço para que eu possa te enviar?
    Abraço
    Renato A.Záchia

  3. Olá! Eu acho que tenho confundido essa espécie com a Casearia sylvestris nas minhas parcelas. Você têm alguma dica de ouro pra me ajudar a não cometer esse erro? Obrigada!

    E eu tenho percebido que uma delas às vezes tem um cheiro de maracujá no galho quando eu corto para coletar. Você também já percebeu esse cheiro? Faz sentido?

    Obrigada!!

    Flavia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *