Persea willdenovii Kosterm. Pau-de-andrade, canela-rosa

Foto 1 – Detalhe das folhas frente e verso.1-

Foto 2 –  Detalhe do ramo com folha e frutos.2-

Foto 3 – Detalhe das folhas com frutos verdes.Saí-andorinha-01-1024x898

Foto 4– Saí-andorinha Tersina viridis (Illiger,1811). Consumidor de sementes da espécie.Foto 5 – Tronco cilíndrico, casca externa ou ritidoma é marron-clara-acinzentada, com escamas grossas a casca interna é rósea.Foto 6 – Vista geral da espécie.

Família: Lauraceae.

Nome científico: Persea willdenovii Kosterm. 

Sinonímia botânica: Persea pyrifolia Nees; Persea major Kopp (1966).

Nomes populares: Abacateiro-do-mato (RNC), pau-de-andrade, canela-rosa,abacate-do-mato.

DESCRIÇÃO DA ESPÉCIE

Árvore perenifólia, heliófita,  espécie secundária tardia (DURIGAN; NOGUEIRA,1990) . Sua altura atinge até 28 m e seu diâmetro 50 cm.

Folhas: simples, alternas, espiraladas, membranácea, com tricomas ou pelos. Mede  10 cm a 22 cm de comprimento e 4 a 12 cm de largura. com lâmina obovada, ápice agudo a obtuso.

Fruto: drupa globosa chata no ápice.

Flores: paniculadas axilares de coloração r esverdeada.

Floração: Dezembro/Fevereiro.

Frutificação: Fevereiro/Março.

Sistema sexual: monoica.

Polinização: abelhas e diversos insetos.

Dispersão: zoocórica, sendo seus frutos consumido por diversas espécies de aves.

Ocorrência: Floresta Ombrófila Mista, Floresta Ombrófila Densa, Floresta Estacional Semidecidual, de Minas Gerais ao Rio Grande do Sul.

Paisagístico: ávore ornamental e indicada em paisagismo.

Utilização: construção civil, marcenaria, construção de móveis, canoas escavadas e tabuados em geral.  Na medicina popular é usada como depurativo do sangue na cicatrização de ferimentos.

Bibliografia consultada

CARVALHO, P.E.R. Espécies arbóreas brasileiras. Coleção Espécies Arbóreas Brasileiras, vol. 2. Brasília, DF: Embrapa informações Tecnológica; Colombo, PR: Embrapa Florestas, 2006. 627 p.

CARVALHO, P. E. R.; ZELAZOWSKI, W. H.; LOPES, G. L. Comparação entre espécies arbóreas nativas (Arboreto linear), em Foz do Iguaçu, PR. Colombo: EMBRAPA-CNPF, 1999. 2 p. (EMBRAPA-CNPF. Pesquisa em andamento, 22). Biblioteca(s): CNPF (FL PA0022 UMT); CPAF-AP (FL 05275 EMB).

Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Registro Nacional de Cultivares RNC. Disponível  em: http://extranet.agricultura.gov.br/php/proton/cultivarweb/cultivares_registradas.php Acesso em: 21/10/2011.

13 ideias sobre “Persea willdenovii Kosterm. Pau-de-andrade, canela-rosa

  1. Olá,
    gostaria de usar fotos suas de Pau-Andrade para um guia de plantio de árvores nativas em que estou trabalhando e será distribuído sem fins lucrativos, impresso e online, principalmente para produtores rurais. Claro, dando o crédito a você pela foto. Você autoriza?

    Se tiver ela em resolução mais alta, poderia me enviar por e-mail?

    Obrigado e um abraço!
    Eduardo Malta

  2. Prezado Gerson,

    Que nome diferente é esse para o pau-andrade!!. Trabalho a alguns anos com essa árvore e conheço pelo nome vernacular de Persea cordata que pode também ser P. pyrifolia, porém nunca tinha visto como Persea willdenovii Kosterm. Poderiafalar a respeito?

    Agradeço-lhe antecipadamente

  3. Amigo Gerson

    Esta árvore (Pau-Andrade) pode existir em outros países, como Espanha(Galícia), Portugal, França…Península Ibérica?

    Abraço
    Daniel

    • Daniel sua ocorrência é do Espirito Santo ao Rio Grande do Sul não tenho informações de ocorrência em outros Países obrigado pela visita Gerson Luiz Lopes.

  4. Buenas estoy necesitando conseguir casca do tronco para mia gastritis. En que zona de brasil existe ese arvore? Eu vivo perto do foz do guazu. Brigado

    • Nestor ela é Nativa da Floresta Ombrófila Mista aqui na nossa região de Irati- Paraná , ainda tem, deve procurar nas casas que vendem plantas, eles sempre tem, tenho relatos aqui no site que curou até câncer de próstata, eu sempre tomo chá. Obrigado pela visita Gerson Luiz lopes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *