Myrsine coriacea (Sw.) R.Br. ex Roem.& Schult. Capororoquinha, pororoca-branca,Leathery colicwood.

Foto 1 – Detalhe das folhas frente e verso.Capororoquinha 1

Foto 2– Detalhe das floresFoto 3 – Detalhe do galho com sementes verdes.Bugiu-0

Foto 4– macaco-bugio Alouatta guariba  (Humboldt).trinca-ferro

Foto 5 – Saltator similis (d’Orbigny & Lafresnaye, 1838)  Trinca-ferro-verdadeiro consumidor  e dispersor de sementes da espécie.Foto 6– Tronco reto com grande numero de lenticelas, casca externa é cinza-rósea, casca interna é carmim-escura, com estrias pegajosas e incolores

Família: Primulaceae (Myrsinaceae)

Nome científico: Myrsine coriacea (Sw.) R.Br.ex Roem.& Schult.

Sinonímia botânica: Myrsine ferruginea Spreng.

Nomes populares: capororoquinha, pororoca-branca

Nomes populares em outros países: Uruguai; canelón, Argentina; canelón-blanco, Bolívia; yuruma.

Nome em Inglês: Leathery colicwood.

DESCRIÇÃO DA ESPÉCIE

Árvore perenifólia, espécie secundária inicial (DURIGAN &. NOGUEIRA 1990; VACCARO et al., 1999) Sua altura atinge 18 m e seu diâmetro 50 cm.

Folhas: simples, alternas, espiraladas, lanceoladas, pilosas. Mede até 12 cm de comprimento e até 4 cm de largura..

Flores:  amarelo-esverdeadas.

Fruto: drupas, semicarnosas,com pericarpo fino de cor roxa quando maduras

Floração: Março/Maio.

Frutificação: Agosto/Outubro.

Sistema sexual: dioica.

Polinização:anemocórica, abelhas e diversos insetos.

Dispersão: zoocórica, , macaco-bugio ou guariba (Alouatta fusca KUHLMANN,1975)

Ocorrência: Floresta Ombrófila Mista, Floresta Ombrófila Densa, Floresta Estacional Semidecidual, da Bahia ao Rio Grande do Sul.

Apícola: as flores são melíferas (Brandão e Ferreira, 1991).

Paisagístico: pouco utilizada na arborização urbana.

Utilização: obras internas, como esteio e em estaqueamentos, lenha e carvão de boa qualidade.

Bibliografia consultada

CARVALHO, P.E.R. Espécies Arbóreas Brasileiras. Coleção Espécies Arbóreas Brasileiras, vol. 1. Brasília: Embrapa Informações Tecnológica; Colombo, PR: Embrapa Florestas, 2003. (.1039 p.

CARVALHO, P.E.R.; ZELAZOWSKI, W. H.;  N.L.; LOPES, G.L. Comparação entre espécies arbóreas nativas e exóticas (arboreto linear) em Foz do Iguaçu, PR. Colombo: EMBRAPA-CNPF, 1996. 2 p. (EMBRAPA-CNPF. Pesquisa em Andamento, 15). Biblioteca(s): CPAF-AP (FL 05268 EMB).

,

3 ideias sobre “Myrsine coriacea (Sw.) R.Br. ex Roem.& Schult. Capororoquinha, pororoca-branca,Leathery colicwood.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *