Projeto Imbituvão

Área do projetoTitulo

ESTRATÉGIAS PARA O MANEJO FLORESTAL SUSTENTÁVEL EM PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS NO CENTRO-SUL DO
PARANÁ, BRASIL

Objetivos

   O projeto tem como objetivo geral, testar várias alternativas de recuperação e enriquecimento de reserva legal com produtos madeireiros e não madeireiros buscando sustentabilidade em um sistema cooperativo florestal no Centro-Sul do Paraná. Como objetivos específicos:
– Selecionar de 30 a 50 pequenas propriedades (Estabelecer um processo de aproximação com esses proprietários por meio de um Workshop);
– Elaborar a cartografia da área em um sistema georeferenciado;
– Realizar o diagnóstico sócio-econômico das propriedades e entorno;
– Executar o inventário florestal detalhado nas áreas de reserva legal com enfoque madeireiro e não-madeireiro;
– Estabelecer os tratamentos que serão implantados nas reservas legais visando sua implantação, recuperação e ou enriquecimento;
– Orientar e supervisionar a implantação dos tratamentos em cada reserva legal por parte dos proprietários;
– Definir os sistemas de manejo que serão executados em cada tratamento;
Implantar um sistema de monitoramento com parcelas permanentes dentro de um experimento formal;
– Organizar uma rede/associação/cooperativa dos proprietários envolvidos.

Área de atuação do projeto

O projeto está instalado na região Centro-Sul do Paraná que se caracteriza por uma baixo índice de desenvolvimento humano (IDH). O IDH-M de Fernandes Pinheiro é 0,727, classificando-se na posição 249 entre 399 municípios paranaenses, inferior ao índice do Paraná que foi de 0,787 e ao índice do Brasil que foi de 0,772 (PNUD, 2000 – Atlas de Desenvolvimento Humano). A priori e após consultas a técnicos da EMATER do Escritório de Irati, pretende-se implantar o projeto no município de Imbituva, distante cerca de 170 km da Capital do Estado.

Parceiros do projeto

  O projeto conta com vários parceiros, sendo a Universidade de Rottenburg, Alemanha, a principal parceira junto com a SETI, (Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior).

  Além desses, há outros parceiros envolvidos no projeto como o IAP (Instituto Ambiental do Paraná), EMBRAPA Florestas e Projeto Estradas com Araucárias.

Andamento do Projeto – 2011

Andamento do Projeto – 2012

Contato: 

Fone: (42)3421-3084

4 pensou em “Projeto Imbituvão

  1. Bom dia!
    Adquiri uma área na mata atlântica na BA px a Iguaí e estou muito preocupado com tanto desmatamento e o não cuidado com meio ambiente da população local.
    Gostaria de saber se vcs tem conhecimento se tem na minha região um projeto tão importante como este.

  2. Muito bacana esse projeto Gerson!
    Ele será executado por uma ONG? Se puder compartilhar agradeceria, sou de Brasília e aqui carece de projetos como este.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *